Digite sua busca

Infertilidade em homens

Infertilidade em homens

Infertilidade em homens

Problema acomete 20% dos casais

A infertilidade conjugal acomete quase 20% dos casais, e, quando avaliamos as causas detectáveis mais comuns, observamos que os fatores de origem masculina estão presentes em uma proporção semelhante à de elementos de origem feminina. Em termos gerais, podemos considerar que 40% das causas são puramente masculinas, 40%, femininas, 10% são causas mistas, e, em 10% dos casos, não se encontra um fator determinante.

Vários são os motivos da infertilidade masculina, e, com o avanço da medicina reprodutiva, boa parte deles pode ser sanada com tratamento específicos. A forma mais direta para o diagnóstico é a realização do exame do sêmen por um laboratório capacitado.infertilidade em homens

Um problema muito comum nos homens é a varicocele, ou seja, a existência de varizes de maior calibre que aumentam a temperatura dos testículos, pois o sangue fica represado, podendo afetar a produção dos espermatozoides. É importante salientar que nem todos os homens que têm varicocele terão problemas de fertilidade. A cirurgia para correção da varicocele para fins reprodutivos é indicada em situações muito raras.

As alterações mais comuns encontradas na avaliação do sêmen estão relacionadas à redução na concentração dos espermatozoides, problemas na mobilidade deles e aumento da produção de espermatozoides defeituosos do ponto de vista morfológico, resultando em uma capacidade reduzida de fertilização. A maioria dessas alterações não tem causa definida. Não existem, até o momento, tratamentos com comprovação científica que possam melhorar, de forma definitiva, a condição de um sêmen alterado.

Em termos gerais, podemos dizer que, para alterações leves, está indicado o tratamento de inseminação artificial e, para as demais situações, a fertilização in vitro.

Alguns homens podem ter ausência total de ejaculação, ou até mesmo a chamada “ejaculação retrógrada”. Nesse último caso, o esperma, ao se deslocar, fica atrás da uretra, sendo que o normal seria se deslocar para a parte superior dela, visando ser lançado para fora. Quando o homem percebe que sente dificuldade em ejacular ou não a presencia, é preciso procurar um especialista para detectar a origem do problema.

Também podem ocorrer obstruções dos canais que transportam os espermatozoides. Assim, há líquido seminal, mas sem espermatozoides. O problema pode ser causado por doenças genéticas ou congênitas, doenças sexualmente transmissíveis, obstruções consciente feita por vasectomia, entre outros.

A infertilidade não é a mesma coisa que esterilidade, ou seja, essa última é a incapacidade definitiva de engravidar a parceira. Atualmente, são várias as formas de se chegar a uma gravidez. Mesmo quando o sêmen não é adequado, ainda assim é possível fazer um procedimento médico para injetar o espermatozoide diretamente dentro do óvulo, feito em laboratório. Há, 20 anos, qualquer alteração no esperma exigia a doação de sêmen; hoje, felizmente, essa necessidade foi reduzida drasticamente. | Artigo publicado no Jornal O Tempo. Clique aqui e confira.

Dr. Sergimar Miranda
Médico e empresário.