Digite sua busca

Bem Viver – Estado de Minas: Efeito da Obesidade sobre o Sistema Reprodutor Feminino

Bem Viver – Estado de Minas: Efeito da Obesidade sobre o Sistema Reprodutor Feminino

O Diretor Científico da Clínica Vilara, Dr. Marco Melo, foi entrevistado pela equipe do Caderno Bem Viver do Jornal Estado de Minas, dia 20/03/2011, falando sobre o impacto da obesidade sobre a fertilidade feminina. Veja parte da entrevista:

“Associada a distúrbios da menstruação e ovulação, hirsutismo (excesso de pelos nas mulheres), ovários policísticos, infertilidade, abortos e complicações obstétricas, a obesidade pode aumentar em até 18% o risco de morte materna e responde por 80% dos acidentes com morte por complicações anestésicas.

Entre os problemas obstétricos mais importantes estão hipertensão, diabetes gestacional, pré-eclâmpsia, embolia, macrossomia fetal, infecção urinária, prematuridade, óbito fetal inexplicado e complicações cirúrgicas como hemorragias e infecções. Problemas para engravidar são três vezes mais frequentes entre obesas, que em ciclos de fertilização in vitro (FIV) precisam de doses mais elevadas de indutores da ovulação, maior duração da estimulação ovariana e apresentam menor resposta do ovário à medicação. A qualidade do óvulo também parece ser afetada pela obesidade. ”
Fonte: Estado de Minas- MG (Caderno Bem Viver, 20/03/2011)

Sem comentários

Comentar

Seu endereço de email não será publicado