Digite sua busca

Portal Medicina e Saúde – Especialistas aprovam aplicativos de auxílio à saúde

Portal Medicina e Saúde – Especialistas aprovam aplicativos de auxílio à saúde

Portal Medicina e Saúde – Especialistas aprovam aplicativos de auxílio à saúde

O médico Marco Melo: “No caso da ovulação, é importante que haja a orientação de um médico para que a contagem seja mais precisa”

A vida contemporânea acontece pelos dispositivos móveis: chats tornam a comunicação mais ágil e as pessoas mais acessíveis; aplicativos facilitam o dia a dia com diversas funcionalidades que vão desde previsão do tempo, gestão de tempo até a solicitação de táxi. A criatividade das empresas e programadores foi incentivada pelo número crescente de usuários de tablets e notebooks. Os tablets superaram a venda de notebooks no ano passado e os smartphones têm hoje no Brasil mais de 51 milhões de usuários, segundo pesquisa da Mobile Marketing Association, líder no desenvolvimento do mercado mobile. A área da saúde também foi beneficiada pelos aplicativos e especialistas avaliam positivamente a experiência com os chamados “Apps”.

De acordo com o médico e diretor da Vilara – Clínica de Reprodução Assistida, Marco Melo, existem muitos aplicativos que podem auxiliar as mulheres, seja, lembrando de tomar a pílula anticoncepcional diariamente, ou auxiliando na identificação do período da ovulação. “No caso da ovulação, é importante que haja a orientação de um médico para que a contagem seja mais precisa”, orienta. Outro aplicativo utilizado com frequência por ele é o próprio Whatsapp. ”Como nós trabalhamos com reprodução assistida, entendemos que a insegurança e as incertezas do casal são muitas. Vários deles fazem contato via Whatsapp para tirar dúvida, entre uma consulta e outra. Algumas pacientes, já muito fragilizadas, compartilham medos e às vezes precisam de uma palavra de incentivo. O médico dessa área precisa 00ter muito tato porque lida com sonhos, incertezas e negativas. Então essa é mais uma forma de nos fazermos presentes e de darmos apoio aos pacientes”, afirma Melo.

Pensando em estimular e avisar as pacientes sobre a importância de realização dos exames a Associação de Ginecologistas e Obstetras de Minas Gerais (Sogimig), em parceria com o LifeRank (rede social gratuita de cuidados com a saúde e armazenamento de exames), lançou um aplicativo para uso de ginecologistas com objetivo de atuar na prevenção do câncer de mama e ginecológico. O diretor de informática da Sogimig Sandro Magnavita Sabino conta que a ferramenta permite que os médicos cadastrem as pacientes, em faixa etária de rastreamento ginecológico e mamográfico, para verificarem se estão realizando as consultas e os exames necessários. A prevenção será possível porque as pacientes receberão uma notificação para baixarem o aplicativo LifeRank em seus aparelhos celulares. Através do celular e da Internet, o sistema irá monitorar a realização dos exames. O acesso à ferramenta ocorre mediante cadastro no site (http://sogimig.liferank.com.br/?src=email_sogimig_26032013), restrito a médicos, clínicas e consultórios. Após autorização, os profissionais podem iniciar o cadastramento das suas pacientes. Fonte: Portal Medicina e Saúde.