Digite sua busca

Fertilizando um sonho: ser mãe aos 40

Fertilizando um sonho: ser mãe aos 40

Fertilizando um sonho: ser mãe aos 40

Ser mãe aos 40

Mais do que nunca, a mulher vem hoje ampliando sua inserção no mercado de trabalho, conquistando seu espaço de forma efetiva. Desta forma, o desejo do sucesso na carreira profissional, a prioridade em manter a segurança financeira e a busca por um relacionamento duradouro são alguns fatores que podem influenciar na decisão de adiar o sonho de ser mãe pela primeira vez ou de reiniciar a maternidade na idade próxima dos 40 anos.

ser mãe aos 40

É da natureza feminina a diminuição das chances de engravidar com o passar do tempo. O índice de fertilidade cai a partir dos 35, acentuando-se depois dos 40. Mesmo com o avanço da medicina que permite elevar a expectativa de vida, o ovário continua tendo o mesmo ritmo de produção, com número de óvulos pré-determinados. Porém, junto às mudanças sociais com as quais convivemos, também há o avanço de técnicas e procedimentos em clínicas de fertilidade que podem estender a idade fértil da mulher, favorecendo uma gestação viável até mesmo depois dos 40 anos.

As mulheres com mais de 40 anos precisam primeiramente consultar um especialista em fertilidade para tirar todas as dúvidas e fazer exames específicos. É importante que o parceiro a acompanhe, pois é necessário investigar se há problemas com os espermatozoides.

Se os exames não demonstrarem disfunções significativas, pode ser que realmente a dificuldade de engravidar seja devido à idade e à baixa qualidade do óvulo. Em cada caso, o especialista fará o diagnóstico e, a partir dele, recomendará o tratamento mais adequado.

Uma vez alcançada a gravidez, a mãe deve seguir criteriosamente o pré-natal, a fim de evitar complicações possíveis que podem acontecer nesta faixa etária, como diabetes gestacional, hipertensão e problemas na placenta.

Independentemente da idade, toda mulher ao passo de ser mãe precisa colocar como prioridade a qualidade de vida, mantendo hábitos saudáveis e alimentação balanceada. É uma atitude que pode facilitar e muito o sucesso no tratamento de fertilização.

 

Sem comentários

Comentar

Seu endereço de email não será publicado