A primeira gestação após transferência de embriões descongelados foi descrita em 1983, na Austrália. Desde então, a técnica aprimorou-se e as taxas de gestação obtidas com esta técnica variam entre 25-55%. Deve-se salientar que o seu sucesso aumenta as taxas de gravidez de um único ciclo de estimulação ovariana.A criopreservação de embriões pode ser realizada quando os embriões se encontram nos dias 2,3,5 e 6 do seu desenvolvimento, sendo que os melhores resultados obtidos pelo nosso Serviço são no estágio embrionário de blastocisto (dias 5-6), quando as taxas de gravidez podem atingir 55%.

O método de criopreservação utilizado pelo nosso Serviço é a vitrificação, técnica considerada a mais moderna, simples e altamente eficaz. Indicamos a criopreservação de embriões nos seguintes casos:

  • Alto número de embriões de boa qualidade obtidos num único ciclo de FIV/ ICSI: por lei, no Brasil está proibido descartar embriões excedentes, devendo todos ser criopreservados para posterior utilização
  • Risco de Síndrome de Hiperestimulação Ovariana (SHO): não se realiza a transferência embrionária enquanto haja risco de SHO. Num ciclo posterior, mais oportuno, procede-se à transferência dos embriões congelados obtidos. É uma das formas mais seguras de prevenção desta grave condição clínica
  • Endométrio inadequado: o desenvolvimento de hidrometra (presença de líquido dentro da cavidade endometrial), sangramento uterino ou luteinização precoce podem ser boas indicações de congelamento dos embriões, para sua posterior transferência
  • Impossibilidade de realização de transferência: seja por dificuldade técnica (não conseguir passar o cateter de transferência pelo canal cervical) até mesmo por causa da paciente (problemas de saúde da paciente, por exemplo)
  • Preservação da Fertilidade: considerada por muitos como sendo a melhor técnica para a realização da preservação da fertilidade de uma mulher. Apresenta como ponto negativo, a necessidade de existência de um parceiro ou de utilização de sêmen de doador, em caso contrário.

Para o nosso Programa de Criopreservação de Gametas e Embriões Humanos, a Vilara- Clínica de Reprodução Assistida conta com a parceria do Centro Norte-americano Tyho-Galileo Research Laboratories, com quem estabeleceu acordo para intercâmbio de experiências e conhecimentos.

Voltar