Digite sua busca

Eclosão assistida (assisted hatching)

Eclosão assistida (assisted hatching)

Eclosão assistida (assisted hatching)

A eclosão assistida consiste na realização de um orifício na zona pelúcida (camada glicoprotéica que reveste externamente o embrião), facilitando a extrusão (eclosão) da massa celular interna do blastocisto, processo fundamental para que ocorra a implantação e desenvolvimento embrionário intra-útero.

Pode ser realizada quimicamente (por meio de solução ácida de Tyrode) ou física (dissecção por laser). São indicações encontradas na literatura médica:

  • Óvulos com zona pelúcida espessada
  • Embriões congelados: existe uma teoria (não confirmada) que o processo de criopreservação poderia provocar um endurecimento da zona pelúcida, impossibilitando a implantação embrionária
  • Mulheres de idade avançada (> 38 anos) e com FSH basal elevada
  • Falha repetida de implantação
  • Embriões com alta taxa de fragmentação: além da eclosão assistida, alguns autores preconizam a retirada de fragmentos embrionários.