Vila da Serra - +55 31 2342-0700 Varginha - +55 35 3222-2752
Seg à Sex, de 08:00 às 18:00 – Sáb de 08:00 às 12:00

Clínica Vilara no Updates in Infertility Treatment

Data da publicação: 24/01/2020

A cada 2 anos, realiza-se o Congresso UIT-Novidades/ Atualização no Tratamento da Infertilidade

Do Brasil, são convidados cerca de 50 médicos, sendo que 8 são escolhidos para reproduzir o curso no Brasil (geralmente em São Paulo), no mês de abril.

O Dr. Marco Melo faz parte deste seleto grupo e preparou um principal resumo dos principais pontos abordados:

Estimulação Ovariana

A primeira sessão do dia 21/01 foi dedicada a apresentar os resultados da literatura médica referente aos diferentes protocolos de estimulação ovariana existente hoje em dia.

Com relação à paciente que tem uma boa resposta à medicação, não houve novidade. Mas, com relação às baixa-respondedoras, cada vez mais a Dual Stimulation (dupla estimulação)-que consiste em estimular o ovário duas vezes no mesmo ciclo menstrual-mostra ser seguro e eficaz em obstétrico os óvulos para a FIV, reduzindo o tempo de tratamento.

Com relação à estimulação ovariana em pacientes com câncer, os trabalhos mostram segurança e eficácia no tratamento utilizado atualmente. Um resultado interessante é que as pacientes com câncer, com frequência, apresentam uma resposta ovariana menor, o que pode ser melhorado com a Dual Stimulation, sem afetar a segurança do tratamento.

Análise cromossômica e genética do embrião antes da transferência

Uma mesa muito interessante, onde houve opiniões diversas entre os apresentadores com relação à necessidade de se realizar este estudo em todos os casais.

Enquanto uma palestrante defendeu a realização do exame em pacientes entre 35-40 anos, outro paciente criticava esta prática, com questionamentos sobre o alto custo, o fato de ser uma técnica relativamente recente, resultados ainda conflitantes com relação ao “o que fazer com embriões que contêm células normais e anormais-chamados mosaicos”.

Podemos concluir que devemos seguir com a nossa conduta aqui da Clínica Vilara: individualizar o tratamento.

Envolvimento emocional da paciente em tratamento de infertilidade

Extremamente interessante este tema! Mais uma vez,foi dito que o estresse, ansiedade e depressão não interferem nos resultados do tratamento, mas interferem no seu transcurso.

Isto é:“uma paciente muito ansiosa ou estressada tem mais chance de não compreender todas as explicações dadas pelo médico e equipe, o que pode trazer transtornos e erros de aplicação da medicação”. A paciente/ casal devem ser acolhidos pelo médico e equipe.

Estudos mostram que quanto mais informações recebem, menos tenso se torna o tratamento.

Infertilidade masculina

Muito importante esta sessão! Cada vez mais, o fator masculino de infertilidade vem ganhando espaço na literatura médica. Entre tudo que foi dito, foram abordados 2 temas muito atuais:

-Vale a pena o homem usar vitaminas (ácido fólico, vitaminas D e E, aminoácidos, suplementos…)?

A resposta é não! Não existe apoio de estudos para apoiar esta conduta.

-Efeito da idade sobre a qualidade do espermatozoide. Sim, após os 50 anos, há uma diminuição da qualidade dos espermatozoides por causa do surgimento de alterações no seu DNA, aumentando a chance de ter filhos com problemas genéticos.

Congelamento de óvulos e embriões

No último dia de Congresso, assistimos a três palestras muito boas, que abordaram este tema tão importante eque faz parte, cada dia mais, do nosso dia a dia.

Com a melhora das condições do laboratório, meios de cultivo e das técnicas de estimulação ovariana, é crescente o número de casos de congelamento de embriões excedentes, quer dizer, que restam, após a transferência.

Com relação à estratégia de “freezer-all” (congelar todos os embriões e transferir em outro mês), somente deve ser usada em casos de risco de hiperestimulação ovariana (quando a paciente tem uma alta resposta à estimulação) e problemas no endométrio detectados durante a estimulação ou na punção ovariana.

Os trabalhos são unânimes em dizer que a vitrificação é a melhor técnica de congelamento, técnica que utilizamos na Clínica Vilara. Com relação ao melhor dia, em termos de taxa de gestação, não há diferença com o diâmetro que se faz (dia 3 ou 5-blastocisto).

Os palestrantes também concordaram que o congelamento de óvulos por vitrificação é uma técnica segura e que pode ser usada na prática diária.

Atualização constante

A atualização dos nossos profissionais é uma das prioridades aqui na Clínica Vilara! A cada novo congresso, ratificamos que estamos no caminho certo.

Sigam nosso blog e redes sociais.



Texto revisado por:

Dr.Marco Melo / CRMMG 30246

Médico ginecologista. Membro da Comissão Nacional Especializada em Reprodução Humana-FEBRASGO, Mestre e Doutor em Ginecologia e Obstetrícia pela UFMG, Pós-doutor pelo Instituto Universitário-IVI, Universidade de Valência (Espanha), Especialização em Biologia Molecular da Implantação Embrionária pelo FIVIER (Espanha), Master em Ginecologia Endócrina e Reprodução Humana pelo Instituto Valenciano de Infertilidade (Espanha), Editor da Revista Cadernos de Medicina, Membro da Câmara Técnica de Reprodução Humana do CRM-MG. CRMMG 30246

> Currículo Lattes