Vila da Serra - +55 31 2342-0700 Varginha - +55 35 3222-2752
Seg à Sex, de 08:00 às 18:00 – Sáb de 08:00 às 12:00

SARS Cov-2 (COVID 19): vacinas, reprodução assistida e grávidas

Data da publicação: 10/02/2021

Atualmente, existem pelo menos 85 vacinas pré-clínicas em investigação ativa em animais, 65 em ensaios clínicos em humanos, com 20 vacinas que chegaram aos estágios finais de testagem, sendo 12 já em uso em diferentes países/situações.

As principais vacinas disponíveis estão constituídas por partículas de RNA mensageiro (Pfizer-Biontech e Moderna), vírus inativado (CoronaVac, Sinopharma e Covaxin, Bharat Biotech), com adenovirus (Oxford-AstraZeneca, Johnson&Johnson, Sputnik V, Gamaleya).

No Brasil, após a aprovação de vacinas contra o COVID-19 pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), até o momento, estão sendo disponibilizadas para a população a Sinopharma/ Butantan e a Covishield (Oxford-AstraZeneca/ Fiocruz).

Com o objetivo de manter informadas nossas pacientes, apresentamos as recomendações sugeridas pelas nossas sociedades (FEBRASGO- Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia; SBRA- Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida), levando em consideração também as diretrizes emitidas por sociedades mundiais como a ESHRE (European Society of Human Reproduction and Embryology), a ASRM (American Society for Reproductive Medicine) e a ACOG (American College of Obstetrics and Gynecology):

 

  • A vacinação tem efetividade e não induz a risco aumentado de contrair a infecção por Covid 19. Embora ainda não existam estudos em humanos, de longo prazo, sobre a vacinação contra Covid-19 e gravidez, nenhuma das vacinas contém vírus Sars Cov-2 vivo. Elas contêm tecnologia conhecida e usada em outras vacinas, que fazem parte do calendário vacinal das gestantes, como tétano, coqueluche e influenza.

 

  • Para indivíduos vulneráveis, que apresentam alto risco de infecção e / ou morbidade por COVID-19, dentre os quais estão as grávidas, não receber a vacina supera o risco de ser vacinado, previamente ou durante a gravidez. Inclui-se ainda neste grupo os profissionais de saúde e aqueles outros, de linha de frente, com maior risco de exposição.

 

  • Até o momento, as evidências não mostram a necessidade de atrasar as tentativas de gravidez ou tratamentos de reprodução assistida.

 

  • Decisões da utilização (ou não) das vacinas devem ser compartilhadas entre pacientes e médicos, respeitando-se os princípios éticos de autonomia, beneficência e não maleficência.

 

  • O teste de gravidez não deve ser pré-requisito para a administração em mulheres com potencial de engravidar e que se encontram em situação de risco.

 

  • Seguirão atualizações, a cada momento que surjam novos conhecimentos a respeito do tema.

 

 

Referências:

Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida (SBRA). SARS-Cov 2 (COVID-19), vacinas, reprodução assistida e grávidas- Posição atual e conjunta. Disponível em: sbra.com.br/wp-content/uploads/2021/02/SARS-Cov-TRADUÇÃO-1-1.pdf.

Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASGO). Recomendação FEBRASGO na vacinação de gestantes e lactantes contra COIVD-19. Disponível em: https://febrasgo.org.br/pt/covid19/item/1208-recomendacao-febrasgo-na-vacinacao-de-gestantes-e-lactantes-contra-covid-19

European Society of Human Reproduction and Embryology (ESHRE). COVID-19 vaccination and assisted reproduction. Statement from ESHRE COVID-19 Working Group. Disponível em: https://www.eshre.eu.

American Society for Reproductive Medicine (ASRM). Patient management and clinical recommendations during the Coronavirus (COVID-19) pandemic. Statement from ASRM Coronavirus/COVID-19 Task Force (the “Task Force”). Update No. 11 – COVID-19 vaccination, December 16, 2020. Disponível em: https://www.asrm.org/globalassets/ asrm/asrm-content/news-and-publications/covid-19/ covidtaskforceupdate11.pdf.

American Society for Reproductive Medicine (ASRM). Patient management and clinical recommendations during the Coronavirus (COVID-19) pandemic. ASRM Coronavirus/COVID-19 Task Force (the “Task Force”). Update No. 12 – Testing and Vaccine Truths – January 18, 2021. Disponível em: https://www.asrm.org/globalassets/asrm/asrm-content/news-andpublications/covid-19/covidtaskforceupdate12.pdf. Acesso 29-01-2021.

American College of Obstetrics and Gynecology. Vaccinating Pregnant and Lactating Patients Against COVID-19, January 27, 2021. Disponível em: https://www.acog.org/clinical/clinical-guidance/practice-advisory/ articles/2020/12/vaccinating-pregnant-and-lactating-patients-againstcovid-19.